Galileu: Soluções adaptadas à realidade do mercado

Em entrevista à Human Resources Portugal, a directora da Galileu explica que dois dos maiores desafios da formação são conhecer profundamente o mercado empresarial nacional e actualizar a oferta formativa.

 

A Galileu disponibiliza diversos cursos direccionados às áreas de liderança e gestão de recursos humanos, nomeadamente cursos de liderança e motivação de equipas, gestão de equipas com inteligência emocional, técnicas  de recrutamento e selecção, comunicação interna e avaliação de desempenho, entre outros. Segundo Cláudia Vicente, directora da Galileu, «estes cursos visam preparar os profissionais para chefiar e liderar equipas em ambientes caracterizados por uma elevada exigência, sujeitos a frequentes processos de mudança e adaptação às condições de mercado, através da melhoria nos processos de recrutamento e selecção de colaboradores, avaliação de desempenho e comunicação interna».

As empresas que procuram a Galileu são muito variadas, não existindo «um “perfil tipo”, dado que esta oferta formativa desenvolve competências que são necessárias a todos os profissionais com funções de chefia, independentemente do sector de actividade e dimensão da empresa». As formações da Galileu, explica Cláudia Vicente, «estão a evoluir cada vez mais para uma prevalência da componente prática. São geralmente realizadas em formato intra (com turmas exclusivamente compostas por colaboradores da mesma empresa), o que permite adaptar os conteúdos à realidade da organização. Por outro lado, os cursos e respectivos conteúdos programáticos são adaptados periodicamente, de acordo com as necessidades do mercado de trabalho actual, consoante as competências que os recrutadores mais valorizam e procuram».

Ao procurar as formações da Galileu, as empresas procuram dar resposta a determinadas necessidades. Cláudia Vicente afirma que, «apesar dessas necessidades variarem de organização para organização, podemos destacar a comunicação e motivação das equipas, a capacidade de liderança e o foco nos objectivos, a capacitação dos colabora- dores com cargos de chefia, para os tornar mais autónomos ou, como já foi referido, a preparação de colaboradores para novas funções de chefia/liderança».

Para manter os conteúdos coerentes com a realidade do mercado, a Galileu «mantém um estreito relacionamento com o tecido organizacional, conhecendo o historial das organizações e os seus objectivos. A par disso, fazemos questão de manter a nossa oferta formativa actualizada relativamente a inovações tecnológicas, bem como um leque de formadores devidamente preparado e motivado para a passagem de conhecimento às organizações».

Cláudia Vicente explica ainda que o crescimento económico tem vindo a servir para manter as empresas interessadas em «investir mais na formação dos seus colaboradores. Além disso é necessário ter em conta a evolução tecnológica, que avança a um ritmo que o mercado de trabalho por vezes não consegue acompanhar, pelo que se torna necessário, muitas vezes, preparar os profissionais que irão lidar com deter- minadas tecnologias. No que diz respeito às competências comportamentais, as áreas mais procuradas são a gestão do tempo e a liderança. Já no que toca às tecnologias da informação, os cursos de Office são os mais procurados».

Numa altura em que há cada vez mais empresas a procurar programas customizados, muitas vezes estes servem para dar resposta a «uma necessidade mais premente/imediata. No entanto, aquilo que se verifica, após um levantamento de necessidades, é que existem, na organização, desafios adicionais que também precisam de ser abordados. É, portanto, possível preparar um plano de formação ou acções de formação completamente ajustados às necessidades específicas da organização».

No que diz respeito a metodologias inovadoras de aprendizagem, Cláudia Vicente afirma que a Galileu tem vindo a «desenvolver a componente de formação e-learning e estamos, hoje, a colaborar com diversos clientes no sentido de desenvolver conteúdos à medida neste tipo de solução. Temos também trabalhado bastante em soluções mais fora da caixa, de que são exemplo a implementação de novas metodologias e de alguns Galileu Teamwork Sets, experiências dinâmicas e memoráveis que reforçam o espírito de equipa dos trabalhadores da organização. De qualquer forma, as metodologias e componentes pedagógicas vão sempre depender dos objectivos do cliente».

 

Este artigo foi publicado na edição de Junho da Human Resources.

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift