Intelcia: «Os valores aproximam-nos, são o que nos torna únicos»

A Intelcia conta com uma equipa diversa, proveniente de múltiplas geografias, o que torna ainda mais relevante a sua estratégia de diversidade e inclusão.

 

Presente em 16 países, com 35 mil colaboradores a nível mundial, e perto de atingir os 7000 colaboradores em Portugal, onde 50% da equipa de gestão é do sexo feminino, temas como a diversidade e inclusão estão muito presentes na gestão diária da Intelcia.

Coexistem na empresa equipas de colaboradores de 36 nacionalidades, que operam em sete idiomas diferentes, por isso, «cedo percebemos a necessidade de traçar a nossa estratégia de diversidade e inclusão», afirma Ana Petrucci, HR & Marketing director da Intelcia.

A matriz da política de responsabilidade social corporativa da empresa, alinhada com os seus valores (“we dream, we care, we do”) está assente em cinco pilares: «solidariedade com as nossas comunidades; fixação territorial e inclusão, através de emprego e empreendedorismo; eco-responsabilidade; desenvolvimento e bem-estar dos nossos colaboradores; e ética e excelência para com os nossos stakeholders.» Ana Petrucci acrescenta que «os valores aproximam-nos, são o que nos torna únicos e unidos e definem a forma como fazemos cada acção, todos os dias, com todos».

Para além de acções pontuais, que visam marcar momentos e datas de celebração, a Intelcia desenvolve um conjunto de acções ao longo do ano, pensados e aplicados tendo por base a política de RSE e os valores da empresa.

«Após dois anos de pandemia, em que tínhamos equipas que apenas se conheciam virtualmente, tivemos um foco especial em trabalhar a proximidade e promover e promover contactos regulares com os colaboradores» explica a responsável. «Implementámos diversas acções que potenciam esses contactos, através de “morning conversations”, momentos de partilha mensais, onde mantemos o nosso fio de proximidade, abordando os mais variados assuntos num ambiente descontraído e informal entre os nossos colaboradores e o management team; a nossa newsletter interna, onde cada área é, mensalmente, convidada a contribuir com conteúdo; as nossas acções de brand culture, onde reforçamos a nossa missão e valores de empresa através de brand ambassadors, bem como surveys internos onde constantemente medimos a satisfação dos nossos colaboradores e recebemos o seu feedback com oportunidades de melhoria.»

A Intelcia desenvolve também acções para promover o bem-estar. Um exemplo foi a Well Being Week, transversal aos países onde a empresa está presente, e em que os colaboradores foram convidados a serem os protagonistas de workshops de actividade física, alimentação saudável e mindfulness, entre outros.

Ana Petrucci refere que «o resultado tem sido muito positivo. Trocamos e desenvolvemos ideias, todos acompanham a visão e estratégia da empresa, e como se enquadram e contribuem para um propósito comum. Somos surpreendidos com a energia e entusiasmo que os nossos colaboradores colocam em cada acção, por mais simples que seja».

A taxa de participação e interacção nestas iniciativas duplicou no decorrer do último ano e a envolvência dos colaboradores, de diferentes zonas do país e áreas de negócio é considerado o motor destes programas, em grande parte sugeridos e dinamizados directamente pelas equipas.

Segundo a HR & Marketing director da Intelcia, «fomentar a criação de um ambiente inclusivo e diversificado, faz parte do nosso ADN, em que a pluralidade, a diversidade e a tolerância alimentam a nossa identidade. Sentimos, por parte dos nossos colaboradores, uma crescente preocupação, uma vontade de fazer mais e de chegar a cada vez mais pessoas. Assistimos a um retorno cada vez mais promissor, com evolução e impacto positivo e produtivo no desempenho e humanização dos nossos colaboradores».

No que diz respeito a desafios nesta área de diversidade e inclusão, Ana Petrucci afirma ser «inevitável que após dois anos de crescimento e em ambiente pós pandemia, onde nos movemos a uma velocidade sem precedentes para servir os nossos clientes com qualidade, enquanto zelávamos pelos nossos colaboradores com o mesmo cuidado e empenho, as empresas sintam necessidade de reforçar este valores de proximidade, coesão e inclusão. O sector em que actuamos, felizmente, reagiu de forma imediata, com a implementação quase instantânea de medidas e estratégias, que promovem a inclusão e diversidade como catalisador de inovação, o que não é transversal a todas as indústrias. O facto de este ser, ainda, um tema de destaque, leva-nos a concluir que temos que trabalhar mais e melhor, para que se torne “normal” na vida das empresas, independentemente da dimensão ou actividade».

A Intelcia Portugal acolhe hoje quatro gerações (Baby Boomers, Geração X, Y e Z) de colaboradores, que cada vez mais desafiam a empresa a ter um papel activo no que diz respeito à diversidade, inclusão e igualdade de género. Segundo a HR & Marketing director, nos processos de recrutamento é frequente a preocupação dos candidatos em perceber «se somos uma empresa comprometida com a responsabilidade social corporativa, nomeadamente com os direitos humanos, responsabilidade ambiental e responsabilidade económica».

Quanto a boas práticas, a responsável destaca a Thank You Box, uma acção que teve como principal objectivo «proporcionar aos colaboradores um momento especial de reconhecimento e agradecimento às pessoas que nos inspiram, ou simplesmente a todos os que diariamente fazem a diferença. Viajou durante três semanas por todos os sites da Intelcia, onde post-it de várias cores, de acordo com o propósito da mensagem, eram depositados na caixa».

O culminar desta acção foi a construção de um mural com os post-its, que representou Portugal num desafio entre sites, a nível global. Ao melhor mural, foi atribuída uma verba a entregar a uma instituição de matriz social. Portugal foi o país vencedor desta iniciativa.

Ana Petrucci acrescenta que «foi para nós imediato identificar e acolher o propósito da VilacomVida, como o projecto Café Joyeux, que tem como missão desenvolvimento da vida autónoma para todos os jovens com dificuldades intelectuais de desenvolvimento e respectivas famílias, como a associação escolhida para atribuir o donativo».

«O impacto desta acção superou todas nossas expectativas. O envolvimento, participação e engagement das nossas equipas em torno dos nossos valores, a forma genuína como acolherem a Thank You Box nos seus sites e nas suas cidades, deixou-nos com a convicção de que não vamos ficar por aqui.»

Em termos gerais, a responsável acredita que as empresas começam agora a perceber os benefícios de serem socialmente responsáveis, não só pela melhoria imediata da sua reputação enquanto marca, mas também pelo engagement criado nas equipas: colaboradores mais comprometidos, com mais confiança, maior capacidade de atrair e reter talentos, tem como retorno o aumento dos níveis de satisfação dos colaboradores e clientes. «As empresas deixaram de ser vistas, simplesmente, como geradoras de lucros, mas também contribuidoras para o bem-estar da sociedade no qual estão inseridas.»

Ana Petrucci conclui que os objectivos da Intelcia no futuro próximo são «consolidar, desenvolver e acentuar a nossa pegada enquanto organização consciente, promover o awareness, junto de de todos os nossos stakeholders, para os temas da diversidade, inclusão e igualdade de género, bem como deixar uma marca consistente e que perdure no tempo, deixando bem vincados os nossos valores e missão».

 

Este artigo faz parte do Caderno Especial “Igualdade, diversidade e inclusão” publicado na edição de Julho (n.º 139) da Human Resources.

Caso prefira comprar online, tem disponível a versão em papel e a versão digital.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*