As pessoas certas!

Por Ricardo Florêncio

O tema de capa desta edição leva-nos a uma entrevista conjunta com José Miguel Leonardo e Paulo Macedo, CEO da Randstad e Presidente da Caixa Geral de Depósitos, respectivamente. Uma peça que recomendo vivamente por estar carregada de mensagens muito interessantes. Mas de todas, a que melhor retive foi: quando questionados sobre o que é essencial para o sucesso de uma organização, a resposta foi: as pessoas certas! É o melhor resumo que se pode fazer: as pessoas certas. Acaba por sintetizar tudo, combinando conhecimento, experiência, talento, soft skills. Nem mais, nem menos, não entrando em considerandos e questões secundárias que, muitas vezes, só servem para iludir a questão e toldar o raciocínio e consequente decisão. Mas o que também é interessante é que, como sempre, e é notório em toda essa peça, as pessoas voltam a estar no centro das prioridades. Muita tecnologia, muita inteligência artificial, muita robótica, muita automatização, muitos algoritmos, mas com as pessoas, numa combinação com as pessoas, com… as pessoas certas. Aliás, tivemos há bem pouco tempo duas situações que nos levam a esta conclusão, pois quando deixamos as máquinas pensar por elas próprias, elas chegam a algumas conclusões estranhas e a outras, pelo menos, pouco plausíveis. Temos o caso do algoritmo que estava a ser testado e em funcionamento para tratar do recrutamento da Amazon através de inteligência artificial. Por alguma razão, que os programadores desconhecem, o algoritmo assumiu que a Amazon preferia recrutar homens, e assim não apresentava mulheres nos processos finais de recrutamento. Numa outra vertente, e nomeadamente numa das Conferências organizadas pelo nosso grupo, neste caso da “Executive Digest”, foi apresentado um estudo levado a cabo por uma das máquinas mais potentes no mundo ao nível de inteligência artificial. E foi-lhe perguntado o que seria necessário fazer para alterar radicalmente o problema das alterações climáticas. A resposta do supercomputador não se fez esperar: acabar com a raça humana…

Editorial publicado na revista Human Resources nº 97 de Dezembro de 2018

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Cristiano Ronaldo promove curso que ensina a ser influenciador
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio