Assim não está fácil!

Por Ricardo Florêncio

 

Desde já uma primeira nota: vamos deixar as possíveis responsabilidades desta situação, assim como outras situações, para outro tipo de fórum, pois aqui o que interessa é analisar os temas relacionados com a Gestão de Pessoas nas empresas.

Conforme referi anteriormente, quase parece irreal, mas vivemos há 16 meses em clima de pandemia. Se ao princípio criou um certo clima de mudança, com o passar dos meses, do ano, os métodos de trabalho que temos actualmente, com as obrigatoriedades que estamos a viver, tornaram a situação cansativa. E isso já é visível em todas as empresas. Este pára, arranca, fecha, não fecha, desconfina, não desconfina, está a levar as empresas a uma situação de impotência total para a sua gestão, e para a gestão dos seus colaboradores. Há muitas empresas que já conceberam, ou estão a conceber, os novos planos, processos e métodos de trabalho que vão adoptar para o futuro, o que não é tarefa nada fácil, atendendo às muitas variáveis em jogo. Desde o que é mais importante para a eficácia e eficiência das empresas, à gestão da saúde mental das pessoas, ao equilíbrio que tem de ser feito, para se dirimir os sentimentos de injustiça que vão decerto acontecer. E se, como referi, a concepção, implementação e comunicação destes planos, já por si, não é tarefa fácil, o adiar sistemático da sua aplicação, sem datas previsíveis e fechadas, está a levar empresas e pessoas para níveis de ansiedade que se tornam muito preocupantes. Já não estamos a falar de capacidade de adaptação, de transformação por parte das empresas e das pessoas. Estamos a falar de situações que se tornam quase ingeríveis. Interessa, assim, dar conta, partilhar, debater e analisar o que as empresas estão a pensar e a desenvolver neste âmbito. Este será o tema da XXI Conferência da Human Resources, que terá lugar no próximo dia 8 de Julho.

 

Editorial publicado na revista Human Resources nº 126, de Junho de 2021

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*