Desemprego recua em Outubro na zona euro e União Europeia

A taxa de desemprego recuou em Outubro para os 7,5% na zona euro, estagnando nos 6,3% na União Europeia (UE), mostram dados do Eurostat publicados esta sexta-feira.

 

Segundo o gabinete de estatísticas europeu, o desemprego caiu uma décima, na zona euro, para 7,5% (a mesma percentagem de Agosto, quanto o indicador fixou um novo mínimo desde Julho de 2008), face ao mês anterior. No mesmo período de 2018, estava em 8%.

Apesar de o desemprego ter diminuído na UE, ficou abaixo dos 6,7% registados em Outubro do ano passado. Em Portugal, a taxa de desemprego estabilizou nos 6,5%, valor ligeiramente inferior aos 6,6% registados no período homólogo, como tinha indicado o Instituto Nacional de Estatística.

As menores taxas de desemprego foram registadas na República Checa (2,2%), Alemanha (3,1%) e Polónia (3,2%). Já as mais altas verificam-se na Grécia (16,7%, dados de Agosto) e Espanha (14,2%).

Na comparação homóloga, o indicador recuou em 24 Estados-membros, tendo avançado em quatro. As subidas homólogas no desemprego verificam-se na República Checa (de 2,1% para 2,2%), Lituânia (6,1% para 6,4%), Dinamarca (4,9% para 5,3%) e Suécia (6,4% para 6,8%), enquanto as diminuições mais significativas registaram-se na Grécia (de 18,9% para 16,7%, em Agosto) e na Estónia (de 5,7% para 4,3%, em Setembro).

 

Fonte: Executive Digest

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift