O campo da Comunicação Interna

Por Ricardo Florêncio

Parece um tema antigo e batido. Mas não é! Parece um tema recorrente e sem novidades por aí além. Mas não é! Parece um tema estranho para um editorial da Human Resources. Mas não é!

A Comunicação Interna sempre foi um importante meio e instrumento nas empresas e organizações. Mas nos últimos dois ou três anos, teve um “boom”. Ao ponto de ser uma área de disputa entre os Recursos Humanos e o Marketing/Comunicação. Na verdade, até há pouco tempo, e com raras excepções, era-lhe dado um papel secundário. Tal como outros temas, era pouco importante. Era! Mas…. Com o explodir de certas temas e preocupações como o Employer Branding, as Love Brands, a guerra pelo talento e o Propósito das empresas, e com a importância que as empresas começaram a dedicar a estes temas, a Comunicação Interna passou a ser vista de outro modo. Crucial, mesmo. As pessoas, os diversos públicos, os clientes, os colaboradores passaram a dar uma importância fulcral à transparência, objectividade, verdade, honestidade. E aí a Comunicação Interna desempenha um papel fundamental. Por fim, e embora muitas vezes esquecida ou desvalorizada, atendendo ao desenvolvimento de todas as tecnologias, redes sociais a afins, a Comunicação Interna rapidamente se transforma numa comunicação para o mundo, amplificando-se, expandindo-se, extravasando os limites da empresa.

Sim, a Comunicação Interna é claramente um tema para um editorial e para a Human Resources, e num futuro próximo vamos decerto continuar a debatê-lo.

Editorial publicado na revista Human Resources nº 108 de Dezembro de 2019

Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Banco Montepio aponta a quem procura casa
Automonitor
Presidente promulga diploma sobre alteração de matrículas automóveis