O novo papel dos DRH!

Por Ricardo Florêncio

Não há dúvida nenhuma da crescente importância das pessoas nas organizações. O capital humano, ou mais simplesmente, as pessoas, são efectivamente o que distingue umas empresas das outras. É o factor diferenciador. Mas será esta importância crescente das pessoas acompanhada pela atenção que se dá a este tema no seio das organizações, nomeadamente no seu topo? Será que as administrações estão perfeitamente convencidas desta importância? Como alguém referiu num dos nossos fóruns, a importância que cada organização dá ao tema reflecte-se no tempo que cada reunião do conselho de administração/comissão executiva dedica ao tema. E quanto aos responsáveis dessas áreas? Os directores de Gestão de Pessoas / Recursos Humanos? Têm um papel cada vez mais importante nas organizações? Em algumas empresas não há dúvidas. Noutras, a realidade ainda não parece que seja essa. Embora muitas vezes o que se comunica e o que se vê de fora não transpareça essa ideia. E nesse mesmo fórum, «muitas vezes é o CEO que define a função do director de Gestão de Pessoas / Recursos Humanos, mas os gestores de Pessoas também têm de arriscar, deixar de se “esconder”, assumir o seu propósito e reclamar outro “protagonismo”.»

Editorial publicado na revista Human Resources nº 101 de Abril de 2019

Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift